Bíblia de Lutero foi encontrado por forças policiais alemãs

Posted on 9/30/2015 by UNITED PHOTO PRESS MAGAZINE


Um raro exemplar de 1634 da Bíblia de Lutero foi encontrado por forças policiais alemãs, durante uma rusga na cidade de Lübeck, no norte do país.

O exemplar é um dos 60 publicados pela editora Von Stern’sch desde a sua fundação, e inclui no interior uma anotação manuscrita, de autor desconhecido.

Segundo o especialista literário Wolfgang Schellmann, citado pela agência EFE, o exemplar é de uma enorme raridade, e há mais de 20 anos que não é visto em nenhum leilão um exemplar semelhante.

A obra foi encontrada e confiscada em Agosto pela polícia de Lübeck, que não quis adiantar mais detalhes sobre as circunstâncias em que ocorreu a descoberta, alegando que a investigação ainda se ebcontra em curso.

O legítimo proprietário do exemplar ainda não foi identificado.

O teólogo alemão Martinho Lutero, que viveu entre 1483 e 1546, foi um monge agostiniano e professor de teologia alemão, que se tornou uma das figuras centrais da Reforma Protestante.

Lutero levantou-se veementemente contra diversos dogmas do catolicismo romano, contestando sobretudo a doutrina de que o perdão de Deus poderia ser adquirido pela compra de indulgências.

O monge protestante propunha, com base na sua interpretação das Sagradas Escrituras, que a salvação não poderia ser alcançada pelas boas obras ou por quaisquer méritos humanos, mas apenas pela fé em Cristo Jesus, sendo gratuitamente oferecida por Deus aos homens.

Essa discordância inicial resultou na publicação, em 1517, das suas famosas 95 Teses, em conflito aberto contra o vendedor de indulgências Johann Tetzel, que resultou na excomunhão de Lutero da Igreja Romana e na sua condenação como fora-da-lei pelo imperador do Sacro Império Romano Germânico.

Martinho Lutero viria a fazer a sua célebre tradução para alemão da Bíblia Sagrada em 1521, no Castelo de Wartburg, em Eisenach, onde esteve em cativeiro durante um ano.